Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

DOUTORADO: AVALIAÇÃO ELETROMIOGRÁFICA => COPINHO é uma ALTERNATIVA

Por: Cristiane F. Gomes - Fonoaudióloga

 

Avaliação eletromiográfica dos músculos masseter, temporal e bucinador de lactentes em

 situação de aleitamento natural e artificial

 

Resumo

Considerando as especificidades da eletromiografia com eletrodos de captação de superfície na avaliação da atividade muscular e a escassez de trabalhos que demonstrem as diferenças entre as atividades dos músculos responsáveis pela sucção no aleitamento materno, aleitamento por mamadeira e por copo em lactentes, este trabalho tem como objetivos:

 a) estabelecer um padrão de participação dos músculos masseter, temporal e bucinador no grupo de aleitamento materno com lactentes a termo e sadios e

 b) mensurar e comparar a atividade muscular dos músculos masseter, temporal e bucinador quando em aleitamento materno, aleitamento por mamadeira e por copo, no que se refere à amplitude e média de contração.

Para tanto utiliza-se o estudo transversal, com participação de sessenta lactentes nascidos a termo e sem intercorrências, entre dois e três meses de idade, divididos em três grupos:

1) vinte lactentes em aleitamento materno exclusivo,

2) vinte lactentes em aleitamento misto com uso de mamadeira e

3) vinte lactentes em aleitamento materno exclusivo com uso de copo.

 Foi realizada eletromiografia com eletrodos de captação de superfície durante a alimentação do lactente. O teste estatístico utilizado foi Krushal-Wallis complementado com as comparações múltiplas entre pares de grupos e todas as discussões foram realizadas no nível de 5% de significância. Verifica-se, inicialmente, que no estabalecimento de um padrão do grupo de aleitamento materno obtém-se maior participação do músculo temporal, seguido do masseter, ficando o bucinador com menores valores tanto no que se refere à amplitude quanto à média de contração muscular, revelando que, de acordo com a literatura, no aleitamento materno o lactente apresenta condições para o adequado crescimento das estruturas e desenvolvimento das funções do Sistema Estomatognático. Ao mensurar e comparar os resultados da atividade muscular dos músculos estudados em comparação ao tipo de aleitamento, obtém-se resultados estatisticamente maiores no grupo de aleitamento por copo em relação ao grupo de aleitamento por mamadeira, tanto na amplitude quanto na média de contração do músculo masseter. No que se refere ao músculo temporal, há resultados estatisticamente maiores na amplitude de contração no grupo de aleitamento materno quando comparado ao grupo de aleitamento por mamadeira e, no que se refere à média de contração, o grupo de aleitamento por copo apresenta resultados superiores aos do grupo de aleitamento por mamadeira. Quanto ao músculo bucinador, observam-se resultados estatisticamente maiores no grupo de aleitamento por mamadeira com relação ao aleitamento materno, sendo que tal diferença ocorre apenas na amplitude de contração, já que não há diferenças estatisticamente significantes entre os grupos para a variável média de contração. Quanto ao número de feixes participantes durante a sucção dos lactentes nos diferentes grupos de aleitamento, observa-se, com relação ao músculo masseter, haver participação de maior número de feixes musculares no aleitamento por copo do que no aleitamento por mamadeira, sendo esta diferença estatisticamente significante. No que se refere ao músculo temporal, há diferenças estatisticamente maiores no número de feixes participantes no grupo de aleitamento materno do que no aleitamento por mamadeira e, quanto ao músculo bucinador, não se observaram diferenças estatisticamente significantes.

Conclui-se, portanto, que as semelhanças entre a atividade muscular do grupo de aleitamento materno e aleitamento por copo permitem sugerir o uso do copo como método alternativo e temporário na alimentação de lactentes.

Palavras-Chave: Eletromiografia; aleitamento materno; músculos faciais; sucção; lactentes

 

GOMES, C. F. Avaliação eletromiográfica dos músculos masseter, temporal e bucinador de lactentes em situação de aleitamento natural e artificial. 2005. 176 f. Tese (Doutorado em Pediatria) – Faculdade de Medicina de Botucatu, Botucatu, 2005.

 

* Tese apresentada em 11/11/05 para obtenção de título de Doutor em Pediatria – Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP

Candidata: Cristiane F. Gomes – Fonoaudióloga

Orientadora: Profa. Dra. Ercília Maria Carone Trezza – Pediatra

Co-Orientador: Dr. Emílio Cezar Mamede Murade - Ortopedista

 

Parabéns Dra. Cristiane Gomes !

Prof. Marcus Renato de Carvalho

 
 
 


Última atualização: 9/2/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital