Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Amamentação \ Geral \ Artigo

MORTES de MÃES e CESÁREAS: País só atingirá meta de queda de mortalidade após 2040

Por: Dr. Marcus Renato de Carvalho

País só atingirá meta de queda de mortalidade após 2040

Alto índice de cesarianas é apontado como uma das causas de morte de mães e bebês

 

Se o ritmo de queda da mortalidade materna no país permanecer nos níveis de hoje, o Brasil só conseguirá atingir a meta pactuada entre os países da ONU (Organização das Nações Unidas) para 2015 após o ano de 2040. A estimativa foi feita em artigo publicado na revista The Lancet.

Segundo pesquisadores do Institute for Health Metrics and Evaluation, da Universidade de Washington, o Brasil está no grupo dos 31 países que devem atingir a meta de redução da mortalidade infantil até 2015.

No entanto, apenas nove países conseguirão atingir esses dois objetivos do milênio até 2015: China, Egito, Irã, Líbia, Maldivas, Mongólia, Peru, Síria e Tunísia.

O país avançou nos dois indicadores, principalmente graças à implantação do SUS (Sistema Único de Saúde) e à universalização do atendimento.

Entre 1990 e 2000, segundo o artigo, a mortalidade de crianças menores de 5 anos caiu a uma taxa de 5,2% ao ano.

"Após esse período, o ritmo diminuiu, mas a tendência de queda ainda é forte e o país deve atingir a meta", afirma Haidong Wang, coautor do estudo.

A mortalidade materna caiu cerca de 2,5% ao ano entre 1990 e 2000. Mas entre 2000 e 2011 a taxa anual foi de apenas 0,3%.

- Muito inferior que a média de 3,6% que verificamos no resto do mundo. 

 

Uma das causas apontadas pelo pesquisador é o elevado índice de cesarianas no país - algo em torno de 47%.

Na saúde suplementar, o índice chega a 90%, enquanto no SUS é de 37%. O recomendado pela ONU é, no máximo, 15%. A cesariana está mais associada a complicações que podem levar à morte. 

 

Esse fator também é apontado por Alby Duarte Rocha, coordenador do Orbis (Observatório Regional Base de Indicadores de Sustentabilidade). Rocha também ressalta o crescimento no número de mulheres que têm o primeiro filho com idade avançada. 

Maria Aparecida Udenal, do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, afirma que 80% das mortes relacionadas à gestação e parto são por causas evitáveis. Segundo elas, as principais são infecção hospitalar e erros durante o atendimento. 

Todos esses pontos fazem parte da estratégia Rede Cegonha, um dos principais programas lançado por Dilma Rousseff, afirma Helvécio Magalhães, secretário de Atenção à Saúde do Ministério.

Ele admite que não será possível atingir o objetivo do milênio até 2015, mas contesta a estimativa pessimista publicada na revista The Lancet.


Fonte: Agência Estado 

Apenas 6% dos países emergentes cumprirão metas de reduzir morte materna e infantil, diz estudo

A conclusão está em estudo publicado na revista científica britânica The Lancet.

 

Apenas nove de 137 países emergentes (em torno de 6% do total) fizeram progressos suficientes para alcançar as Metas do Milênio tanto no caso da mortalidade infantil quanto no da materna. A conclusão está em estudo publicado na revista científica britânica The Lancet.

Apenas 13 países alcançarão a meta de reduzir em três quartos a mortalidade materna entre 1990 e 2015.

 

O Brasil não está incluído entre esses país - até 2011 a mortalidade materna no país caiu 37%.

 

Se a tendência atual continuar, 31 nações em desenvolvimento atingirão a meta de reduzir em dois terços a mortalidade entre crianças menores de 5 anos entre 1990 e 2015, segundo a pesquisa.

O estudo calculou estimativas para o ano de 2011 levando em conta fontes de dados relevantes que haviam ficado de fora de análises anteriores, como registros de nascimento e morte, pesquisas nacionais, censos e levantamentos feitos pelas autoridades da área de saúde.


Fonte: BBC Brasil 


Última atualização: 22/09/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
25 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital