Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

O Método de Amenorréia Lactacional

Por: Dr. Marcus Renato

O Método de Amenorréia Lactacional – LAM consiste em utilizar a Amamentação exclusiva como opção inicial de planejamento familiar. Age impedindo a ovulação, porque o Aleitamento produz transformações na velocidade que se libera os hormônios femininos, desorganizando o eixo hipotálamo – hipófise - ovário. A sucção freqüente por parte do lactente envia impulsos nervosos ao hipotálamo materno, alterando a produção hormonal, o que leva à anovulação; como conseqüência da não ovulação ocorre a “amenorréia”, um dos critérios básicos para a eficácia do LAM.

É efetivo quando usado de forma correta: 0,5 gestação por cada 100 mulheres nos primeiros 6 meses depois do parto (1 gravidez em cada 200 mulheres). O uso adequado consiste:
1 – Amamentação exclusiva (ou ao menos 85% da alimentação em aleitamento materno com freqüência, sem horários, diuturna, sem água ou chás...);
2 – Amenorréia (ausência de menstruação);
3 – O bebê tem menos de 6 meses de idade.

Caso alguma destas condições seja rompida, recomenda-se:

    * usar outro método efetivo de planejamento familiar, que não interfira com o aleitamento (métodos não hormonais – DIU, camisinha, vasectomia, diafragma... ou mini-pílulas, i. é, somente com progestágeno, como Nortrel, Micronor...)
    * Continuar a amamentação.
    * previne a gestação de forma efetiva pelos 6 primeiros meses pós-parto ou por mais tempo se a mulher continua amamentando com freqüência de dia e de noite;
    * promove o Aleitamento Materno adequado;
    * pode ser usado imediatamente após o parto;
    * não há necessidade de se fazer nada na hora da relação sexual;
    * não apresenta custos diretos;
    * não se requer nenhuma medicação ou procedimento para prevenir nova gravidez;
    * nenhum efeito secundário por hormônios ao binômio;
    * permite tempo para eleição de um método contraceptivo subseqüente no momento apropriado;
    * possibilita que a mãe e o bebê usufruam das vantagens da Amamentação.

A MAIORIA DAS MULHERES PODEM USAR O L A M

Todas as nutrizes podem optar pelo LAM de forma segura e eficaz, mesmo as tabagistas, jovens ou de mais idade, gordas ou magras. Mesmo nas seguintes circunstâncias o LAM pode ser aplicado:doenças benignas da mama.

    * anemia por deficiência de ferro
    * câncer de mama
    * malária
    * cefaléia
    * drepanocitose
    * hipertensão
    * doenças da Tireóide
    * varizes
    * doenças da vesícula
    * doença valvular cardíaca
    * fibromas uterinos
    * diabetes

ACONSELHAMENTO SEGURO

Imprescindível para a mulher que escolha o LAM um acompanhamento empático por um profissional de saúde que transmita confiança, que acredite no método e que a escute com interesse e preocupação. É preciso que a nutriz tenha acesso fácil a este profissional, se sinta à vontade para fazer perguntas, tirar suas dúvidas e encontrar nele um bom apoiador da amamentação.
Referências:

“Lo Esencial de la Tecnologia Anticonceptiva – manual para personal clínico” Programa de Información em Población de Johns Hopkins, USA, julio 1999.
Mais informações:

"Manejo Clínico da Lactação” (1/3 do livro é dedicado ao LAM) Ed. Revinter, 1996.
“Amamentação – guia prático” Ed. Revinter, 1999.
OUTRAS LEITURAS RECOMENDADAS:

Labbok, M., Cooney, C. y Coly, S - Guias para la lactancia materna, la planificación familiar y el método da lactancia y amenorréia – LAM. Washington, DC, Georgetown University, Institute of Reproductive Health, 1994.

Labbok, MH, and Howie, PW: Overview and summary: the interface of breastfeeding, natural family planning, and lactational amenorrhea. Am J Obstet Gynecol 165:2013-14, 1991.

Saaikoski, S: Contraception during lactation. Ann Med 25:181-84, 1993.
 


Última atualização: 2/12/2010

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital